© 2018 por UP Consultoria Jr.

Criado por João Pedro F. Marques

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca Ícone LinkedIn
Buscar

Gestão da Produção. a importância de um bom planejamento!


Uma boa gestão da produção é essencial para o sucesso de uma empresa, permite ao empresário ter níveis elevados de qualidade em seus produtos ou serviços, custos reduzidos, lucro e no final, o cliente satisfeito. Nesse processo de gestão que envolve planejamento, controle e monitoramento da produção, é que as organizações atingem suas metas e se mantenham competitivas no mercado. É fundamental o papel de um Gestor em buscar melhorias contínuas em todo processo produtivo da empresa, garantindo qualidade e satisfação dos clientes para que venha o lucro desejado, e tudo isso é resultado de um bom planejamento.


A gestão da produção se desenvolveu com características desde o artesanato no final do século XIV em que a força de trabalho era altamente qualificada e a produção organizada, também com a Revolução Industrial, muitos avanços tecnológicos e contribuições de diversas pessoas que queriam fazer diferente e se preocuparam em organizar o trabalho. Assim permitiu-se o conhecimento de muitos conceitos como padronização dos produtos, desenvolvimento de técnicas de planejamento e controle da produção, entre outros.


A gestão da produção ou administração da produção é uma atividade de gerenciamento que produz e entrega bens e serviços para os clientes, buscando qualidade, redução de custos, satisfação dos consumidores e visando atender todas as necessidades dos mesmos. Sabendo que a maioria das organizações almejam lucro, estas, de fato pretendem gerar algum valor para seus clientes, sendo produtos ou serviços e com isso, organizando seus processos de maneira eficaz e eficiente, tem-se um bom gerenciamento.


O objetivo principal do gerenciamento é promover melhorias contínuas nos meios e métodos de produção, buscando efetividade perante o uso dos recursos disponíveis para produzir-se bens e serviços de maneira que satisfaça a seus clientes e que proporcione à organização vantagem competitiva e ganhos. Sendo assim, envolve diversas responsabilidades para um gestor, estas incluem: saber o papel da empresa; ter entendimento dos objetivos estratégicos da produção, a fim de desenvolver uma estratégia; elaborar um projeto dos seus produtos, serviços e processos de produção e assim com tudo planejado e controlado através de ferramentas da qualidade com base em indicadores. Os indicadores permitem uma análise do desempenho da organização, é uma informação quantitativa ou qualitativa que expressa o desempenho de um processo, em termos de eficiência, eficácia ou nível de satisfação e que, em geral, permite acompanhar sua evolução ao longo do tempo. Sua medição é feita periodicamente com base nos resultados, permitindo que a organização faça intervenções precisas quando necessário, as quais vão agregar valor na atividade da empresa. Como exemplo de indicadores, tem-se: lucratividade, rentabilidade, produtividade, entre outros.


Sabe-se da importância que o planejamento e controle da produção representam para uma boa gestão de uma empresa, especialmente para uma indústria, uma vez que o PCP deve ser o centro gerador das informações que são necessárias para as outras áreas da empresa executarem com eficácia as suas atividades. Contudo, para uma produção de excelência, é necessário prever e gerar a demanda, tal previsão servirá de base para a elaboração do planejamento estratégico da empresa. Com o planejamento estratégico desenvolvido, são tomadas decisões para o cumprimento dos objetivos e metas a curto, médio ou longo prazo. O planejamento além de servir como base para a tomada de decisões e estratégias a serem seguidas, garante que os recursos a serem usados estejam disponíveis sem que prejudique o andamento da produção. Com base no planejamento estratégico estabelece o Plano-Mestre de produção que consiste em um plano de vendas e operações, o qual define quantidades de bens ou serviços a serem produzidos num horizonte de tempo. Atrelado ao Plano-Mestre, tem-se o Planejamento de Materiais, onde é feito um levantamento completo das necessidades de materiais para a execução do plano produção, este está ligado diretamente com o gerenciamento de estoques e é importante cumprir com seu objetivo de reduzir os investimentos em estoques e maximizar os níveis de atendimento aos clientes. Além disso, tem-se o planejamento e controle da capacidade que objetiva calcular a carga de cada centro de trabalho e acompanha o nível de eficiência da produção executada com a esperada. Por fim, é feito o controle da produção e materiais para garantir que os prazos estabelecidos sejam cumpridos.


Assim, a atividade de planejamento na Gestão da Produção é de suma importância para o sucesso de uma organização, sendo um gestor de produção responsável pelo seu controle e monitoramento, o qual deve ter uma visão sistêmica de todo o processo, a fim de que sejam produzidos bens ou serviços de acordo com as especificações desejadas, buscando utilizar os recursos de maneira eficiente, reduzindo custos, elevando os ganhos da organização e prezando pela qualidade para atingir ou exceder as expectativas do cliente.

Publicado por Isabella de Souza Serpa, Gerente de Engenharia e Gestão da UP Consultoria Jr. (Gestão 2018.2)